Início Origem Instrumentos Trajes Danças Grupos Na Escola  Ligações

V Festival de Pauliteiros de Miranda do Douro


Pauliteiros de Cércio


Pauliteiros de Sendim


Pauliteiros de Malhadas


Pauliteiros de Duas Igrejas


Pauliteiros de Palaçoulo

 

 


 

   Realizou-se no dia 10 de Julho o V Festival de Pauliteiros, integrado nas festas do Dia da Cidade (10 de Julho).

   Estiveram presentes 5 grupos dos muitos que ainda existem pelo Concelho.

Pauliteiros de Cércio
Pauliteiros de Sendim
Pauliteiros de Malhadas

Pauliteiros de Duas Igrejas
Pauliteiros de Palaçoulo


   Não foi um dos anos de maior afluência uma vez que ficaram de fora pelo menos outros 5 grupos. De todas as formas, a população acorreu em grande número ao largo D. João III. As gentes das freguesias acompanharam os seus grupos para os apoiarem.
   Como já é habitual, as danças repetiram-se, embora também se saiba que a mesma dança é bastante diferente dançada pelo distintos grupos. Quase ninguém gosta de deixar de fora "os ofícios" ou "Assalto ao castelo".
   Não se nota grande disputa entre os diferentes grupos e também não sei se é necessária. Cada um é diferente e contribui da mesma forma para a riqueza cultural desta região. Uns dançam com mais beleza outros com mais virilidade (é uma dança guerreira), uns dançam mais como grupo, noutros notam-se bastantes diferenças entre os vários elementos o que não torna mais agradável o conjunto.
   Em todos os grupos a juventude impera o que mostra que as Danças dos Pauliteiros está aí para ficar. Grupos como os de Sendim e Duas Igrejas (embora com historiais completamente diferentes) integravam rapazes muito jovens.
   Não querendo desfazer no trabalho apresentado pelos restantes grupos fiquei positivamente surpreendido pelo grupo de Palaçoulo e Duas Igrejas. Também o Grupo de Pauliteiros de Malhadas se destacou pela força utilizada, mas, tenho sérias dúvidas que isso tenha melhorado a sua actuação, gostos não se discutem.
   O Grupo de Pauliteiros de Malhadas, apresentou dois gaiteiros muito jovens (12, 13 anos). Penso que toda a gente se recordou do Rui, gaiteiro de Malhadas, também muito jovem  e que faleceu  há muito pouco tempo. Foi o grupo de Duas Igrejas que pediu um minuto de silêncio em memória do Rui, que não perderia esta festa por nada, e que ainda está muito presente na memória de muitas pessoas.
   No final da festa, o senhor Presidente da Câmara Rodrigo, subiu ao palco para agradecer a presença de todos, pauliteiros e público e entregou uma fita de presença a todos os grupos.


Jovens gaiteiros de Malhadas